Mergulho em alto mar: mais uma opção de lazer com sua lancha

Compartilhe:

Para quem é fã de aventuras e de modalidades aquáticas, o mergulho em alto mar é uma ótima opção de lazer! Existem vários tipos da atividade, por isso que, no texto de hoje, vamos apresentar quais são esses tipos e os cuidados que você deve tomar ao realizar essa modalidade. Confira!

 

Quais os tipos de mergulho em alto mar?

A prática do mergulho em alto mar é uma das atividades mais procuradas pelos turistas nos litorais e também por pessoas que têm interesse em experimentar essa modalidade tão popular – que é conhecida por proporcionar uma experiência única ao explorar o mundo submarino. Não é à toa que o mergulho hoje é um esporte reconhecido mundialmente, e cada vez mais vem ganhando novos adeptos.

 

  • Mergulho livre

Esse tipo de mergulho em alto mar é quando a atividade dispensa a utilização de aparelhos próprios para a respiração. Ou seja, o mergulhador fica debaixo d’água pelo tempo que conseguir, o que vai depender da sua preparação física, capacidade pulmonar e controle emocional. Essa modalidade de mergulho é dividida em dois tipos: apneia e snorkeling.

mergulho livre

  • Apneia: é uma modalidade que só é indicada para quem já tem experiência em praticar apneia, que tenha preparo físico para mergulhar e que conheça as técnicas que devem ser aplicadas – já que nessa atividade o mergulhador desce altas profundidades, sem equipamento nenhum – para auxiliar sua respiração. 

 

  • Snorkeling: essa modalidade é muito conhecida justamente por poder ser praticada sem muitas exigências ao mergulhador. São utilizados três equipamentos que auxiliam no mergulho: máscara de mergulho, nadadeiras e snorkel (que é um tubo em média de 35\45 centímetros, que permite que o mergulhador respire sob a água, sem precisar levantar a cabeça). Além disso, é uma das modalidades mais comuns, inclusive pelo baixo custo de aquisição do equipamento, algo entre R$100 e R$200. 

 

  • Mergulho autônomo

Diferente da primeira modalidade de mergulho em alto mar, nessa o mergulho se torna um pouco mais elaborado. A denominação de autônomo se dá pelo fato do mergulhador ter autonomia para respirar com a ajuda de equipamentos específicos para esse tipo de atividade, conhecida como SCUBA (Self-Contained Underwater Breathing Aparattus).

O mergulho autônomo também é dividido em dois tipos, conhecidos como: recreativo e técnico.

mergulho autônomo

 

  • Recreativo: nesse tipo de mergulho, mesmo com os equipamentos auxiliares seguindo os manuais de certificadoras, é permitido que o mergulhador atinja o limite máximo de até 40 metros de profundidade devido à alta pressão e os riscos que isso pode causar.

 

  • Técnico: diferente do tipo recreativo, na modalidade de mergulho técnico, não existe limite estipulado pelas tabelas certificadoras de mergulho. Nesses casos, o mergulhador precisa de equipamentos especiais que possam estender o tempo de submersão na água com a maior segurança possível. 

 

  • Mergulho dependente 

O mergulho dependente é considerado profissional, a atividade deve ter além de experiência, uma certificação específica. O mergulho dependente é praticado geralmente por profissionais que trabalham na área de construção civil e plataformas de petróleo – onde são vigiados por algum responsável que fica na superfície. 

Mergulho Dependente

 

Qualquer pessoa pode realizar mergulho em alto mar?

Em casos de mergulho livre, que são atividades menos intensas, as recomendações são mais simples do que os mergulhos mais elaborados, que se façam necessário o uso de equipamentos auxiliares para atividade. 

Nas outras modalidades de mergulho é preciso que antes da prática, seja realizado um curso de mergulho ou que a atividade seja assistida e acompanhada de um profissional que possa repassar todas as recomendações necessárias. 

As recomendações gerais são de que pessoas com doenças como, por exemplo, claustrofobia, epilepsia, depressão e enfisema não pratiquem modalidades de mergulho – assim como crianças abaixo de 12 anos de idade. 

Outro detalhe importante é que nunca deve-se praticar a modalidade de mergulho em alto mar sem ter alguém como dupla; pois caso ocorra algum problema durante a atividade, um poderá prestar assistência ao outro parceiro.

 

Essa com certeza é mais uma opção de lazer que você pode praticar com sua lancha da FS Yachts, lembrando sempre de respeitar todas as regras e recomendações de segurança ao realizar o mergulho em alto mar.

 

Deu até vontade de praticar mergulho em alto mar, não é mesmo? Agora que já sabemos um pouco mais sobre o assunto, quem sabe chegou a hora de experimentar essa aventura! Se gostou desse conteúdo, siga nossas redes sociais: Facebook e Instagram e confira outros assuntos como esse.

O que não pode faltar num passeio de lancha em Florianópolis?

Compartilhe:

A Ilha da magia não recebe esse nome em vão. Para os amantes de clima tropical e passeios à bordo, Florianópolis é o lugar certo! São tantas as opções de programação de atividades e aventuras que fica difícil até escolher. Por isso, no texto de hoje, vamos mostrar o que não pode faltar num passeio de lancha em Florianópolis. Confira!

 

O litoral catarinense é conhecido pela sua variedade de lindas praias. Esse é o destino de quem gosta de fazer seus passeios em alto mar, praticar esportes náuticos, mergulhos, pesca e toda as outras atrações que esse paraíso tropical pode nos oferecer. Vamos conferir algumas dessas atrações para praticar com sua lancha:

 

Principais atividades para um passeio de lancha em Florianópolis

 

Mergulho livre e mergulho profissional

 

Pra quem é um pouco mais ousado no passeio de lancha em Florianópolis e gosta da liberdade de um mergulho livre, a cidade tem lugares incríveis, que farão o seu mergulho ser inesquecível, como a Ilha do Arvoredo, a Ilha do Xavier, Ilha do Campeche, entre muitas outras praias. 

 

Já para quem tem interesse em praticar um mergulho profissional, com equipamentos, filmagens e instrutor, Florianópolis tem muitos locais indicados com equipes preparadas para acompanhar todo o passeio garantindo a segurança e diversão do passeio. 

 

Pescaria embarcada

 

Se você tem interesse em um passeio de lancha em Florianópolis mais tranquilo, menos radical, como a pesca embarcada. A Ilha da Magia também tem opção de lazer para você! A cidade tem locais com águas calmas e límpidas que são propícias para a pesca em alto mar com sua lancha FS. 

 

Churrasco a bordo e boas companhias

 

Além de todas essas opções de entretenimento que você e sua família podem curtir no passeio de lancha em Florianópolis – não podemos esquecer de um bom churrasco à bordo de boas companhias. Não tem nada que seja tão a cara do verão de Floripa, do que amigos e boas risadas em clima de férias.

 

Floripa conta também com várias opções de restaurantes e festas 

 

Passear de barco pela Ilha da Magia é uma ótima alternativa para conhecer bons restaurantes e desfrutar de toda gastronomia que você encontra somente em Florianópolis. Locais como: Lagoa, Ribeirão da Ilha, Santo Antônio de Lisboa e Governador Celso Ramos são algumas das regiões mais indicadas. 

 

Para quem curte o agito, Tinguá é o local perfeito para você. Na região, muitos barcos se juntam para aproveitar dias mais badalados em Floripa. 

 

Programação e planejamento

 

Outra dica que não pode faltar num passeio de lancha em Florianópolis, é um belo dia de sol e calor! Para isso é indicado que você se programe antes de marcar seu passeio de lancha, confira a previsão do tempo, faça um roteiro de viagem, peça ajuda para quem conhece bem os locais que serão visitados e quais as observações a serem levadas em consideração.

 

Se você ficou interessado em realizar o seu passeio de lancha em Florianópolis e não sabe qual o barco certo para esse passeio? Entre em contato conosco agora mesmo ! As lanchas FS são ideais para todos esses tipos de atrações e nós ainda te ajudamos a escolher de acordo com suas necessidades. 

 

Acesse nosso site e fale com um de nossos atendentes FS Yachts