Manter o barco em casa ou marina? Quais as vantagens de cada um?

Compartilhe:

O local onde o barco fica guardado é responsável por atuar em diversos aspectos do seu uso. A frequência de utilização, a facilidade de transporte e as manutenções regulares, por exemplo, são variáveis que influenciam a rotina do proprietário e que são diretamente afetadas pela acomodação.  

Neste cenário, existem duas possibilidades comuns: casa ou marina. Dependendo do perfil do dono e do tamanho da embarcação, cada uma delas possui suas vantagens próprias. É fundamental analisar com calma, se possível até mesmo antes de adquirir a lancha, qual tipo de armazenamento é o mais adequado.

Para esclarecer as dúvidas mais recorrentes, trouxemos o texto de hoje. Nele, falaremos sobre as principais características e benefícios de manter um barco em casa ou marina. Cada uma das particularidades citadas pode fazer diferença ou não, cabendo julgamento por parte do dono. Saiba mais!

 

Vantagens de manter o barco em casa

A maior vantagem de se armazenar uma embarcação em casa é o baixo custo. A despesa com marina, via de regra, é a maior a se pagar para manter uma embarcação.

Enquanto deixar o barco em uma marina requer investimento, mantê-lo em casa não. Basta ter uma garagem ou um espaço sobrando no quintal, em seu rancho ou casa de praia.

 

Cuidados a serem tomados

No entanto, ao optar por deixar a embarcação em casa, a responsabilidade de todos os processos de rotina, principalmente o transporte até a rampa e a limpeza, passam a ser do proprietário, diferente de como seria em uma marina. É indispensável que certos cuidados sejam tomados periodicamente, entre eles:

  • adoçar o motor caso o barco seja utilizado em águas salgadas;
  • limpar o barco após todos os usos;
  • ligar o motor no mínimo uma vez a cada sete dias;
  • colocá-lo na água para rodar em alto giro pelo menos uma vez por mês;
  • cuidar com a operação de embarque e desembarque na rampa para não danificar o casco e a rabeta.

 

barco em casa

 

Vantagens de manter o barco em marina

Já os benefícios de uma marina se diferenciam pela ausência de preocupações. Apesar de requerer certo investimento, deixar o barco em uma marina traz muito conforto e comodidade, especialmente quando a marina oferece o serviço de limpeza.

Todos os cuidados periódicos que citamos anteriormente são feitos pelos funcionários, os quais deixam tudo pronto para que o dono possa fazer seus passeios sempre que quiser.

Graças a essas praticidades, as saídas são feitas com maior frequência. É só ligar e avisar que pretende sair e o barco estará pronto para partida. Na volta, as responsabilidades não existem: é só descer e ir embora, o resto fica por conta da marina.

 

Como escolher uma marina

Beleza, serviços extras e preço são alguns dos fatores vistos com mais relevância pela maioria na hora de escolher uma marina.

Ainda que a beleza indique qualidade, os serviços extras apresentem seus benefícios e o preço faça a marina caber ou não no orçamento, existem outras características tão importantes quanto e que devem ser levadas em consideração. Confira algumas delas:

  • local seguro, que conte com controle de acesso e seguranças;
  • funcionários preparados para as manutenções necessárias;
  • preço de acordo com a qualidade do local, seja ele mais alto ou mais baixo;
  • licenças ambientais e de funcionamento emitidas e em dia.

 

barco em marina

 

As duas opções de armazenamento contam com suas vantagens próprias, sendo que cada uma delas pode ser ideal para pessoas diferentes. Gostou do conteúdo de hoje? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a FS Yachts, estamos sempre prontos para atendê-lo!

Manutenção de lanchas: quanto custa manter uma embarcação?

Compartilhe:

Na hora de comprar uma lancha, muita gente acha que, além do valor elevado de compra, essas embarcações possuem altos custos de manutenção. Tudo vai depender das suas necessidades, do tipo de embarcação e da frequência de uso, mas, geralmente, a manutenção de lanchas acaba saindo mais em conta do que os custos para manter um carro, por exemplo.

Para que você tenha uma ideia de quanto custa manter uma lancha, separamos algumas dicas abaixo sobre os principais custos envolvidos e o valor médio que você irá gastar com cada um deles.

O valor da manutenção de lanchas é variável, mas vamos tomar como exemplo uma FS 180, que custa aproximadamente 90 mil reais, e os valores gastos anualmente.

 

Documentação

Ao comprar uma lancha, é preciso fazer a documentação para garantir a posse legal da embarcação. Os gastos com documentação para uma lancha como a FS 180 gira em torno de 600 reais e cerca de 50 reais para realizar a renovação anual.

 

Seguro

O valor do seguro pode variar de acordo com o tipo de embarcação, material do casco, ano de fabricação, comprimento, dentre outros fatores. Mas, geralmente, o seguro anual corresponde a 0,5% e 2% do valor da lancha. No caso da FS 180, você pagará cerca de R$1.200 pelo seguro.

Diferente dos automóveis, a grande vantagem das lanchas é que não há cobrança de IPVA ou impostos anuais, além de o custo do seguro ser de 50% a 80% mais barato (o seguro de um carro chega a aproximadamente 4% do valor do veículo).

 

Revisão periódica

Para realizar a manutenção de lanchas corretamente é importante fazer uma revisão periódica a fim de evitar possíveis problemas que possam decorrer do mau funcionamento de uma peça. Essa revisão preventiva evita gerar gastos desnecessários para reparar danos na embarcação – que podem acabar saindo muito mais caro do que se você tivesse descoberto esse problema anteriormente – além de garantir a sua tranquilidade e segurança a bordo.

Nas revisões mecânicas são verificados itens como:

  • Filtro de gasolina
  • Filtro de óleo do motor
  • Troca do óleo de motor e óleo de rabeta
  • Arruelas do bujão
  • Anodos de sacrifício
  • Juntas da rabeta
  • Rotor da bomba d’água
  • Juntas da bomba d’água
  • O-ring de vedação do óleo de rabeta
  • Velas de ignição
  • Correia do alternador
  • Correia da direção hidráulica

Em média, para uma lancha de R$90 mil reais, o custo de cada revisão periódica sai na faixa de R$800. Lembrando que esse tipo de serviço precisa ser realizado, no mínimo, duas vezes por ano.

 

Combustível

Os gastos com combustíveis são um pouco mais complexos de se prever, pois variam muito de acordo com a frequência em que a lancha é utilizada. As lanchas de até 36 pés geralmente são equipada com motores gasolina, e a partir deste tamanho, são mais comuns as embarcações com motores à diesel.

O preço do combustível também varia muito de local para local. Se você deixar sua lancha ancorada em uma marina, o preço pode ser um pouco mais alto devido à conveniência do posto.

A regra geral é, ao utilizar a embarcação o dia inteiro para passear, o motor permanecerá ligado por aproximadamente 2 horas no dia. Isso se deve ao fato de que passamos a maioria do tempo com o motor desligado. As exceções são quando a embarcação é utilizada para fazer muito wakeboard, já que o motor fica ligado constantemente, e viagens litorâneas.

No caso da FS 180, o consumo de combustível é de 13 litros por hora, sendo que a média nacional é de 50 horas de uso por ano. Em média, você gastará em torno de R$3.000 anualmente para abastecer sua embarcação.

 

Marina

A marina é mais um dos custos de manutenção de lanchas, mas nem sempre os proprietários de embarcações optam por esse serviço. Se você deixar sua lancha em uma marina, esse será o gasto mais alto que você terá. Por isso, se quiser economizar, vale a pena tentar guardar o barco em sua casa ou rancho e transportá-lo com uma carreta rodoviária quando for utilizar.

O aluguel anual de uma vaga para uma lancha como a FS 180 sai por volta de R$8.500, mas a conveniência e o conforto de ter o barco prontamente disponível sempre que quiser usar geralmente compensa  o investimento.

 

Somando tudo

Portanto, caso você deixe a embarcação em uma marina, os custos de manutenção totalizam cerca de 10% a 15% do valor do barco, por ano. Na FS 180, por exemplo, fica na faixa de R$14.000 ao ano, ou R$1.200 ao mês.

Caso pretenda guardar a embarcação em sua propriedade particular, os custos da manutenção de lanchas caem para 5% a 10% ao ano, ou seja, por volta de R$5.000 anuais ou cerca de R$420 por mês, no caso da FS 180.

Antes de fechar negócio é importante pensar em todos os custos envolvidos na manutenção de lanchas para que você tenha certeza que os gastos não irão comprometer suas finanças. É importante conversar com um especialista para esclarecer todas as questões e ter total entendimento dos gastos necessários.

 

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco. E não deixe de nos seguir no Facebook e Instagram para acompanhar nossas dicas, novidades e promoções.