FS 265 Element

 

 

 

 

 

 

 


“Somente aqueles que tentam o absurdo

alcançam o impossível.”

– M.C. Escher


Design Surpreendente

Desenhada com esmero, e testada ao extremo, a FS 265 Element impressiona em sua navegabilidade.

A FS 265 é a prova de que design, acabamento e navegabilidade não são mutuamente excludentes.


Lancha FS 265 Element – do projeto ao resultado final
Lancha FS 265 Element - a maior cabine da categoria

Uma ampla cabine

A cabine da FS 265 Element possui 1,50m de altura, uma confortável cama de casal na proa (ainda mais espaçosa que a média de sua categoria devido ao espaço ganho pela proa sextavada), e um banheiro completo.

A FS 265 Element é uma ótima solução para quem busca uma bela lancha com o conforto de um banheiro fechado e a possibilidade de pernoitar a bordo.

Veja os preços e localize um concessionário

Entre em contato conosco

Galeria de Fotos

A FS 265 Element possui uma linha diferenciada e inovadora.

Recém-lançada, a FS 265 é a primeira embarcação com três cores do estaleiro FS Yachts. A versão exposta no Rio Boat Show nas cores branca, bege e azul, enaltecem as linhas futuristas externas da embarcação.

A entrada de ar metálica no costado acompanha a inscrição “FS 265” gravada no próprio aço.

O layout interno da FS 265 favorece o conforto de até 12 pessoas a bordo, e ostenta fortemente o acabamento impecável nos detalhes internos e no estofamento de altíssima qualidade.


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Categoria
Tipo de embarcação: Cabinada
Categoria: Lancha de uso recreativo e passeio
Estaleiro: FS Yachts
Local de fabricação: Biguaçu – Grande Florianópolis/SC

Motorização
Tipo: Motorização centro-rabeta
Potência mínima: 170hp
Potência máxima: 320hp
Combustível: gasolina ou diesel
Consumo médio em cruzeiro: 25 a 35 litros / hora

Existem diversas opções de motores homologados pelo estaleiro para a FS 265 Element. Sugerimos que o motor da embarcação seja escolhido de acordo com a disponibilidade das oficinas autorizadas de sua região (preferencialmente da concessionária FS Yachts local), e que seja de potência adequada para seu uso (embarcações em água doce requerem motor mais forte).

Dimensões
Comprimento: 8,10m
Boca/largura máxima: 2,65m
Altura na carreta (com targa): 3,30m
Calado: 0,45m
Peso do casco (sem motorização): 1.600kg
Pé-direito da cabine: 1,50m

Capacidades
Capacidade de combustível: 220 Litros
Capacidade de água doce: 100 Litros
Capacidade de pessoas (dia): 1+11
Capacidade de pessoas (pernoite): 2 pessoas

Consumo estimado da FS 265 Element com o motor de melhor relação custo/benefício: MerCruiser 4.5L 250HP (considere a velocidade ideal de cruzeiro entre 2.500 a 3.500rpm):

Consumo da Lancha FS265 Element com motor Mercruiser 4.5L 250HP

Se você sempre quis uma FS

Porque não investir em uma hoje?

ITENS DE SÉRIE

Casco & Convés
Caixas laterais revestidas em Deck E.V.A. c/ porta-copos e pega-mão
Lixeira no acesso ao cockpit
Painel do piloto
Paióis sob os assentos do cockpit
Paiol de âncora na proa
Pára-brisas em alumínio e vidro
Plataforma de mergulho integrada ao convés
Porta de acesso ao cockpit Inox
Targa em fibra de vidro

Sala de máquinas
Dinet com amortecedores
Isolamento termoacústico completo

Hidráulica & Elétrica
Abastecimento externo de água doce
Abastecimento externo de combustível
Chaves gerais Perko para 2 baterias (2)
Chuveiro na popa
Interruptores no painel
Luz de top
Luzes de cortesia no cockpit
Luzes de navegação laterais
Painel elétrico e chicote 12v
Tanque de água doce 100 litros
Tanque de combustível 220 litros

Espaço gourmet na plataforma
Geleira revestida em PU
Pia c/ torneira retrátil
Tampas revestidas em almofadas courvim
Espaço para churrasqueira embutida

Cabine
Cabine c/ cama de casal
Escada de acesso à cabine em Inox
Gaiuta superior c/ abertura
Luzes de cortesia na cabine
Sofá na cabine
Superfície de apoio em madeira com paiol
Vigia lateral Inox c/ abertura

Banheiro
Caixa servida c/ bomba de porão 1.500gph
Ducha higiênica
Lixeira em acrílico
Pia em acrílico c/ torneira cascata
Vigia lateral c/ abertura
WC Manual

Ferragens
Carrinho de âncora Inox
Cunhos Inox (6)
Escada de popa 3 degraus Inox
Guarda-mancebo Inox na proa
Suporte para defensas na popa
U-Bolts (3) Verdugo em Inox

Estofamento em courvim antimofo cockpit
Almofada de proa
Banco do piloto retrátil e giratório
Mini solário na popa acima do espaço gourmet
Sofá e assentos no convés

TESTE FS 265 ELEMENT

REVISTA NÁUTICA - ED. 343

FS 265 ELEMENT

Esta lancha de 26,5 pés, do estaleiro catarinense FS Yachts, segue a tendência de design da nova linha da marca, e traz diferenciais dentro de sua categoria, como espaço gourmet na popa.

Conhecido pelo desenho arrojado e pelo bom acabamento de seus barcos, o estaleiro catarinense FS Yachts – cujos barcos são presença certa nos salões náuticos do Rio e de São Paulo – especializou-se na laminação de lanchas de passeio de pequeno e médio porte, entre 18 e 32 pés.
Portanto, diferentemente da maioria dos fabricantes nacionais de barcos, nunca fez parte dos planos da marca produzir embarcações de grande porte. Com isso, os produtos da FS foram continuamente aprimorados, um processo de lapidação que trouxe bons resultados.

É o caso da FS 265 Element, a propósito, uma das lanchas mais procuradas atualmente na flotilha do estaleiro – que assina este projeto com a Squadra Naval, de Jean Shinzato.
Lançada no ano passado, esta bem-acabada (e charmosa) lancha segue a tendência de design da nova linha da FS Yachts, com proa sextavada (arranjo que proporciona mais espaço na cabine) e vincos bem definidos, cockpit igualmente espaçoso e alguns detalhes que a diferenciam das outras embarcações do estaleiro: o casco, por exemplo, pode ostentar três cores (em variadas combinações), ao passo que o estofamento pode exibir diferentes padrões de tonalidade. Na unidade testa por NÁUTICA, os bancos eram no tom canela, combinando muito bem, aliás, com o branco e o preto presentes em outras partes da FS 265 Element. Mas não deixam de chamar atenção a boa plataforma de popa e o espaço gourmet de série (com grelha opcional ou churrasqueira à parte), vantagem que nenhuma outra lancha da categoria oferece.
Com opção de um motor de centro-rabeta a gasolina ou a diesel, esta lancha foi desenhada para levar até 12 pessoas em passeios diurnos e um casal em pernoite. Pode ser entregue bem equipada com um motor V6 a gasolina da Mercruiser, de 250hp, e pronta para navegar, incluindo capa, salvatagem, toldo, carreta, churrasqueira embutida, guincho elétrico para âncora, som, puxador de esqui, revestimento de EVA, sonda e VHF. Sua concorrente direta é a Focker 265, embora a Ventura V265 Cabin Comfort (um projeto mais antigo, de 2007) mire também os mesmos clientes.

MODERNA
A FS 265 Element segue a tendência de design da nova linha da FS Yachts, com proa sextavada, vincos bem definidos e cockpit espaçoso e com a boa surpresa de uma área gourmet na popa.

NA CABINE
Uma gaiuta na proa e duas vigias (uma delas no banheiro) ventilam a cabine, mas seria desejável mais um par de vigias.

COMPLETA
O cockpit, área mais desejada a bordo desta lancha, tem boa distribuição, sofás confortáveis e porta-copos na medida. O revestimento em EVA no piso dá um charme a mais ao barco.

COMO ELA É
A FS 265 Element proporciona uma justa sensação de comodidade e segurança no cockpit, emoldurado por um grande para-brisas de alumínio e vidro, com passagem central à proa. Neste espaço há lugar para o piloto e, pelo menos, sete adultos se sentarem confortavelmente. No comando, o piloto conta com um painel espaçoso, mas faltam porta-luvas e regulagem de distância e de altura para o seu banco, que, no entanto, é giratório.

A popa é um dos destaques. Há lugar reservado para três defensas e, também, para uma churrasqueira. No centro da plataforma de popa, por sua vez, a FS 265 Element tem, debaixo do estofado, um móvel de fibra com tábua de cortar e pia, que, também opcionalmente, pode receber grelha. Não chega a ser uma cozinha gourmet, mas é um bom espaço para preparar petiscos e um diferencial diante da concorrência. A boa plataforma de popa incorpora uma escada embutida de três degraus, a boreste, que precisaria ter sua extremidade alinhada com a parte traseira desta plataforma, em vez de ultrapassá-la, já que, nas atracações, há risco de a estrutura de inox da escada de popa encostar no píer, danificando o atracadouro ou o contrário. Uma cristaleira no corredor de acesso ao cockpit, a boreste, e paióis debaixo dos bancos que formam o grande sofá em L, a bombordo (há outro sofá para duas pessoas, a boreste, também com paióis debaixo dos estofados), completam o ambiente, Há alguns porta-copos espalhados pelo cockpit. E na proa, um solário para casal, que fica protegido pelo guarda-mancebo.
O acesso ao motor (e a pontos básicos de manutenção, como vareta do óleos, filtros e correias) é fácil. No entanto, alguns furos para passagem de cabos e mangueira no compartimento do motor deveriam ter proteção de borracha, a fim de evitar danos nas partes elétrica e hidráulica da lancha – que pode ocorrer a longo prazo, devido ao movimento constante do barco durante a navegação. O revestimento antirruído no compartimento do motor também precisaria ser aprimorado, pois, em alta rotação, o barulho do propulsor incomoda. Na lancha testada, as baterias (uma delas é opcional) estavam bem fixadas, assim como a maior parte das mangueiras e fiação elétrica (onde somente as pontas são estanhadas).
O acabamento na cabine é bom. Este ambiente tem um sofá logo na entrada, a bombordo, de 38x70cm e com a boa altura de 98cm até o teto. Isso significa que dificilmente alguém vai bater a cabeça estando ali sentado. A cama na diagonal, a bombordo, de formato trapezoidal (com 1,95m de comprimento por 0,50m e 1,24m nas bases), é de bom tamanho para um casal, o que nem sempre se vê em lanchas deste porte. Porta-trecos nas laterais da cama possibilitam guardar pequenos pertences, e debaixo do estofado há espaço para acondicionar parte dos coletes salva-vidas.
O pé-direito no banheiro (1,30m) não é lá muito alto, mas o ambiente é espaçoso e o sanitário está baixo o suficiente para uma pessoa de 1,75m não bater a cabeça no teto. Um item que precisa ser modificado, também, diz respeito às válvulas de pvc para entrada e saída de água e esgoto do sanitário, que, por conta da segurança, deveriam ser substituídas por registros à base de plástico reforçado para uso naval.

 

A FS 265 Element é uma lancha moderna, com proa sextavada e vincos bem definidos no casco.

 

POR UM DETALHE
A popa é destaque. Há lugar reservado para três defensas e espaço para uma churrasqueira. Mas a escada precisa ser alinhada ao casco.

NOVIDADE
A boa plataforma de popa incorpora um móvel para preparar petiscos, algo inédito em uma lancha deste porte. Na proa, há um espaço para um guincho elétrico.

ÁGIL E VELOZ
Em manobras, a FS 265 Element fez curvas com o raio fechado, podendo desviar rapidamente de qualquer objeto flutuante. Em termos de velocidade, equipada com um Mercruiser V6 de 250hp, atingiu os 20 nós em apenas 7,4 segundos.

COMO NAVEGA
O casco de V moderado, com 16 graus na popa, imprime boa estabilidade e planeio relativamente rápido a esta lancha de proa fechada, que obteve a boa marca de 7,4 segundos para ir da marcha lenta, com o motor já engatado, até 20 nós. Em manobras, a FS 265 Element mostrou-se bem ágil, fazendo curvas com raio fechado e podendo, assim, desviar rapidamente e qualquer objeto flutuante. Em termos de performance, o motor V6 a gasolina da Mercruiser, de 4,5 litros, com duas válvulas por cilindro e 250hp, levou a lancha a 35,6 nós de velocidade máxima, com duas pessoas a bordo, tanque de combustível pela metade e tanque de água cheio. Considerando que o barco pesa (vazio) cerca de 2.100kg, o resultado foi bom e de acordo com seu propósito, que é de cruzeiro.

Na verdade, poucas vezes o estado das águas, navegando em mar aberto (lembrando que esta lancha pode ser usada na navegação costeira), possibilita manter velocidades superiores a 20 nós sem causar algum desconforto a bordo. Já navegando em água doce ocorre o contrário: raramente a superfície das águas impossibilita desenvolver alta velocidade. Para quem desejar melhor performance, o estaleiro oferece a lancha com um motor V8 a gasolina, de 300hp, por mais R$22 mil. Já para quem gosta de maior autonomia (com um V6 a gasolina, de 250hp, pode-se navegar 121 milhas com o tanque de 220 litros cheio), o estaleiro disponibiliza a FS 265 Element com um motor a diesel, da Mercruiser, de 170hp. Neste caso, o custo do barco sobre R$42 mil em relação à motorização a gasolina V6 de 250hp, e velocidade máxima deve ficar abaixo dos 30 nós.
Cruzando várias vezes nossa própria esteira (já que as águas no entorno da barra norte de Florianópolis estavam bem calmas no dia do teste), o casco não bateu nenhuma vez de forma dura contra as ondas geradas pelo deslocamento da lancha. Isso é um indício na capacidade da carena da FS 265 Element de navegar com conforto em mar aberto.

Com 250hp a bordo, a FS 265 Element chegou aos 35,6 nós. Mas a sua maior autonomia é atingida navegando a 23,4 nós.

PRÓ E CONTRA
O acesso ao motor é fácil, mas o revestimento antirruído da casa de máquinas ser aprimorado, para diminuir o ruído do motor em alta rotação.

ONDE TESTAMOS:
Onde: Imediações da barra norte de Florianópolis
Condições: Águas com ondas bem baixas e ventos de 4 nós
A bordo: 2 pessoas, cerca de 110 litros de combustível e 100 litros d’água
Motorização: Um Mercruiser 4.5L, gasolina, V6, de 4,5 litros e 250hp, acoplado a rabeta Alpha One.
Tipo da propulsão: Centro-rabeta
Relação de transmissão: 1,81:1
Hélices: Aço Inox de três pás, modelo Mirage Plus, passo 17’’.

Teste FS 265 Element na Revista Náutica
Teste FS 265 Element na Revista Náutica
Teste FS 265 Element na Revista Náutica
Teste FS 265 Element na Revista Náutica
Teste FS 265 Element na Revista Náutica

VOCÊ SEMPRE QUIS UMA FS!

Por que não investir em uma hoje?

Preencha seus dados de contato abaixo e receba a tabela de preços da FS 265 Element e um orçamento sem compromisso. Seu sonho custa menos do que você imagina!